10 passos para ajudar a nutrir a empatia nos seus filhos

Empatia é a habilidade de imaginar como alguém está se sentindo em uma determinada situação e responder com cuidado a ela. É uma habilidade complexa de se desenvolver. Ser empático com o outro significa que a criança:

Entende que é um indivíduo único;
Entende que os outros podem ter sentimentos e pensamentos diferentes dos dela;
Reconhece sentimentos mais comuns, como: felicidade, surpresa, raiva, tristeza;
É capaz de olhar para uma situação específica e imaginar como ela e os amigos se sentem naquele momento;
Poder imaginar qual resposta é mais apropriada ou confortar em uma situação necessária- como oferecer um brinquedo, um doce.

 

Falamos em nossa página do Facebook sobre os marcos de desenvolvimento da empatia na criança.

Aqui abordaremos o que você pode fazer para ajudar a nutrir a empatia no seu filho pequeno.

1. Simpatize com seu filho.  Ele está assustado com um cachorro, por exemplo? Diga que o cachorro parece ser legal, mas está latindo alto mesmo por que pode estar assustado. E que você pode segurá-lo até ficarem longe.
2. Fale sobre sentimentos dos outros.  Por exemplo, explique que o amigo pode estar triste por que seu filho pegou o brinquedo dele na hora em que ele estava brincando. Ou que o amigo pode ter ficado triste por que seu filho não quis brincar com ele.
3. Sugira como as crianças mostram empatiaO primo dividiu um sorvete com a irmã.
4. Leia histórias sobre sentimentos.
5. Seja um modelo.  Quando você tem relações respeitáveis e interage com os outros com cuidado, seus filhos aprendem com você.
6. Use “eu” nas mensagens.  É um tipo de modelo de comunicação importante para autoconsciência. Diga: Eu não gosto quando me bate forte na brincadeira. Machuca.
7. Valide as dificuldades emocionais de seus filhos.  Algumas vezes quando nosso filho está triste, chateado, queremos consertar a situação para protegê-lo da dor. No entanto, estes sentimentos são parte da vida. Na verdade, validando estes sentimentos difíceis ajuda com que as crianças aprendam a lidar com eles.
Você está muito chateado por que eu desliguei o tablet. Eu entendo. Você adora jogar este jogo. E ok você se sentir assim. Quando você não estiver mais se sentindo assim você pode escolher me ajudar a preparar o lanche que adora ou brincar aqui perto com aquele brinquedo que ganhou do seu dindo enquanto eu preparo.
8. Faça jogos de faz de conta.  Faça uma história com fantoches ou bonecos contando que um deles (o hipopótamo) não quer alternar a vez nas brincadeiras com o cavalo. Interaja com seu filho e pergunte: Como você acha que o cavalo se sente assim? O que nós deveríamos dizer para este hipopótamo bobo?
9.Pense através do uso de “me desculpe”.  Uma abordagem mais significativa, em alguns momentos, além do me desculpe é ajudar a criança a focar no sentimento do outro.
10.Seja paciente. Desenvolver empatia leva tempo. Tem muitos adolescentes e até mesmo adultos que não tem esta habilidade completamente desenvolvida! O fato que é muito comum focarmos no eu, meu, minha. Lembre-se, a empatia é uma habilidade e vai continuar se desenvolvendo ao longo da vida de seu filho 😉

2 thoughts on “10 passos para ajudar a nutrir a empatia nos seus filhos

    1. Olá Juliana, tudo bem? Obrigada. Fico feliz que tenha gostado! Espero que seja sempre de bom proveito o que eu trouxer por aqui, para aprendermos e usarmos no nosso dia a dia. Um beijo e até!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *