6 estratégias para o desenvolvimento de autocontrole na infância

Muitas das instruções que damos para nossas crianças são sobre autocontrole.

“Termine seu trabalho antes de jogar”.
“Espere a sua vez”.

O pai está trocando a roupa do bebê enquanto ele chora. “Estamos quase lá, meu menino. Eu sei que você não gosta disso”. Depois, o pai acolhe o filho até se acalmar.
A bebê de nove meses se diverte com o controle remoto da tv. A mãe gentilmente tira da mão da filha, enquanto diz: “Este controle não é um brinquedo, não posso deixar você brincar com ele. Mas, que tal este outro ao invés do controle?”

 

O desenvolvimento de autocontrole vai do nascimento ao longo da vida. Numerosas intervenções tentam diminuir os efeitos negativos associados ao autocontrole, como problemas de comportamento e dificuldades acadêmicas.

Aprenda algumas estratégias para ajudar a desenvolver estas habilidades.

  1. Ajude seu bebê a se acalmar – Bebês tem pouco autocontrole, eles agem naturalmente de acordo com seus pensamentos e sentimentos. Quanto mais calmos estão, mais autocontrole conseguem ter. Mantenha-se calmo quando ele perde o controle. Isto ajuda ele se sentir seguro.
  2. Ensine comportamentos aceitáveis – Diga para seu filho o que ele pode fazer, não somente o que ele não pode fazer.
    “Não!” se torna a palavra favorita das crianças pequenas como maneira de afirmar a independência deles. Ao mesmo tempo, ficam frustrados facilmente com muitas coisas que querem fazer, mas ainda não conseguem. O desenvolvimento de rotinas é muito importante pois ajuda-os a sentirem mais seguros.
  3. Dê oportunidades de escolhas – Dê ao seu filho, mesmo bem pequeno, a oportunidade de escolher. Isto faz com que ele perceba que você confia que ele sabe fazer boas decisões. Deixe que ele decida o que jogar, o que ler, o que quer comer (com opções saudáveis).

A partir dos dois anos, dê a ele duas opções aceitáveis para escolher. “Quer escovar os dentes ou colocar o pijama primeiro?”. Nos momentos em que a decisão deve ser sua, não ofereça escolha. “É hora de dormir.”

4. Ajude seu filho a aprender a esperar – Faça um tempo de espera curto e dê para ele alguma coisa para fazer neste tempo. Desenhos, leitura ou ouvir uma música.

5.  Mudando os pensamentos – Estratégia para ajudar em como as crianças interpretam as situações e a fazer boas escolhas.

Você pode dar as instruções de algo e questionar. “O que você precisa lembrar sobre como se comportar na livraria?”. Ajudam a manter o foco no que elas precisam fazer.
Para crianças mais velhas, quebrar grandes projetos em etapas menores ajuda a manter a motivação. Monte com eles uma lista de principais razões para mudar alguma coisa.
Faça questionamentos sobre soluções de problemas, elas estimulam o pensamento a lidar com o autocontrole. “Qual poderia ser uma solução justa?”. “O que você pode fazer para ajudá-lo a se sentir melhor?”. “Como nós podemos prevenir este problema?”.
Autoafirmações ajudam a prevenir estresses e encontrar coragem para lidar com as circunstâncias. Dizendo silenciosamente para elas mesmas. “Eu não gosto disso, mas eu posso lidar com isso” “Sou forte suficiente para lidar com isto”

6. Mude as respostas – Quando as crianças ficam frustradas, chateadas, excitadas com algo ou assustadas fica muito difícil manter o autocontrole.

Você pode mostrar para uma criança pequena, quando ela estiver chateada, que ela pode abraçar a ela mesma quando se sentir brava.
Crianças maiores precisam aprender como lidar com provocações comuns sem se tornarem muito emotivas. Faça comentários do tipo, “Então o que?” “Me diga quando chegar a parte engraçada”.

Distrações como recitar em silêncio o alfabeto, a tabuada, cantar uma música, lembrar de férias engraçadas, também podem ser úteis para se autoacalmar.

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *