AUTOCONTROLE E DESENVOLVIMENTO CEREBRAL

Uma criança de 4 anos senta em frente a um pedaço de doce.

Foi dito para ela que se ela não tocar no doce, ela pode ter não mais somente um, mas dois doces em poucos minutos.
Ela será capaz de controlar o impulso de alcançar o doce e esperar por uma recompensa maior?

O que é necessário para conseguir isto?

AUTOCONTROLE

Autocontrole é uma habilidade que a criança precisa para o sucesso acadêmico, social e emocional.
Uma criança com um bom autocontrole é capaz de frear sua vontade de bater em um colega quando há um conflito, prestar atenção em um professor em vez de ficar conversando e esperar a sua vez na hora de jogar um jogo.

Déficits em autocontrole são característicos em desordens de atenção e comportamento, incluindo o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade e o Transtorno de Conduta.
Quando os déficits em autocontrole persistem na idade adulta, eles estão associados com problemas interpessoais e desordens psiquiátricas.

Como o autocontrole se desenvolve?
As habilidades de autocontrole se desenvolvem da infância até a adolescência.
Desde os três meses, os bebês podem desviar o olhar em uma interação social quando eles precisam de uma pausa para evitar tornar-se uma superstimulação ou para desestresse de muita interação social.
Até os três anos, na maioria das vezes, as crianças precisam dos pais para ajudá-los no controle das emoções e comportamentos.
Dos três aos seis anos de idade, há um marco no período de desenvolvimento de habilidades de controle de impulsos, mudar atenção de uma coisa para outra e conseguir esperar uma recompensa.
Autocontrole no cérebro
As experiências vividas na infância tem uma fundamental importância em como o cérebro vai se moldando, se desenvolvendo e construindo conexões entre diferentes regiões cerebrais.
O autocontrole envolve o trabalho de diferentes regiões cerebrais que devem estar se comunicando, principalmente do córtex cerebral.
Para crianças menores, um dos aspectos mais difíceis é resistir a um impulso emocional – por exemplo, frear o impulso de agarrar o doce e esperar mais um pouco para ganhar mais um.
As crianças podem saber as regras e ser capazes de pensar logicamente sobre elas, mas, ainda assim podem ser incapazes de resistir ao impulso.
Uma região muito importante para a regulação do pensamento lógico e do controle de impulsos emocionais é o córtex anterior cingulado. Ele recebe informações de diferentes partes do cérebro e as integra, regulando tanto o processo cognitivo quanto emocional.
Ele está envolvido no controle do comportamento quando estamos passando por uma situação desafiadora e precisamos fazer ajustes e mudanças no comportamento quando uma estratégia que estamos usando não está funcionando.
Influências Individuais
Por que algumas crianças tem melhor autocontrole que outras da mesma idade?
A família, a cultura, o temperamento e a genética são todos fatores que influenciam no desenvolvimento do autocontrole.
Mas, e quais são os riscos que problemas com autocontrole podem nos trazer? E como podemos ajudar as crianças a desenvolvê-lo?
Em breve teremos dicas por aqui, para que esta habilidade tão importante seja aprimorada!

 

Fonte:

  • Stanford University
  • www.zerotothree.org

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *