Funções executivas: o que são e por que são importantes?

As funções executivas são um conjunto de habilidades que permitem controlar e regular nossos pensamentos e ações diante de conflitos ou distrações. Estas habilidades dependem de todo um circuito neural e, o nosso córtex pré frontal é o grande líder deste circuito.

São três os componentes principais das funções executivas:

  1. Controle inibitório do comportamento;
  2. Memória operacional;
  3. Flexibilidade cognitiva.

A Inibição envolve, por exemplo: (a) superar respostas habituais, resistir à tentações e à respostas impulsivas; (b) controlar a atenção; (c) controlar nossas emoções para não agir inapropriadamente.

A memória operacional envolve a capacidade de conservar as informações que fazem sentido, o que permitem utilizá-las para fazer vínculo entre as ideias, fazer relações mentalmente e estabelecer prioridades.

Já a flexibilidade cognitiva se refere à capacidade de pensar de forma criativa e de se adaptar às demandas inconstantes. Ela permite utilizar a imaginação e a criatividade para resolver problemas.

Como as funções executivas desempenham um papel essencial no desenvolvimento das crianças e em seu sucesso até a idade adulta, é importante encontrar maneiras de favorecer sua evolução durante a primeira infância.

Vamos abordar por aqui uma série de atividades que irão te ajudar a trabalhar com seu filho para aprimorá-las!

 

Fontes:

  1. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4200392/
  2. http://www.child-encyclopedia.com

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *